APOSTILAS

Apostilas e materiais desenvolvidos com o intuito de complementar os estudos do blog

Abdome
Bases da Radiologia
Coluna Vertebral
Neurorradiologia
  • Conceitos básicos (teórica e prática)

    É importante lembrar que os métodos de imagem estudam a anatomia e, por isto, são melhores para investigar as doenças que alteram a morfologia dos órgãos. Especialmente as alterações focais da forma são mais fáceis de identificar que as alterações difusas.

  • Neurorradiologia das demências (teórica 02)

    Demência é o declínio da memória associado à deterioração de outra(s) das funções cognitivas (linguagem, gnosias, praxias e funções executivas), em intensidade e duração suficientes para prejudicar as funções sociais e ocupacionais.

  • Neurorradiologia das infecções (teórica e prática 03)

    As infecções mais importantes (do adulto) em nosso meio são: neurocisticercose, abscessos, meningites e a AIDS. Nas crianças, as meningites bacterianas, as encefalites virais e as infecções intrauterinas são as mais importantes.

  • Neurorradiologia dos tumores do adulto (prática 01)

    Quando, num exame de imagem do encéfalo, pensamos em neoplasia, temos que estar atentos a 3 aspectos da lesão suspeita: 1) efeito de massa ou expansivo; 2) sinais de quebra da barreira hemato-encefálica (BHE); 3) origem da lesão em relação ao parênquima encefálico (“dentro ou fora”)

  • Neurorradiologia dos derrames (prática 02)

    Os acidentes vasculares (AVCs, AVEs ou derrames) podem ser classificados em isquêmicos (infartos e episódios isquêmicos transitórios), hemorrágicos (hematomas intraparenquimatosos e hemorragias subaracnóides) e nas tromboses venosas.

  • Neurorradiologia do trama cranio-encefálico (prática 03)

    Os TCEs podem ser inicialmente divididos em abertos e fechados. Os abertos são causados principalmente por armas de fogo e a lesão se faz no trajeto do projétil. Nos traumas fechados, o mecanismo é um pouco mais complicado, pois como encéfalo esta contido numa caixa fechada, “flutuando” no líquor, a lesão não ocorre no local do impacto.

  • Investigação por Imagem

    Principais problemas em neurologia que podem exigir investigação por imagem.

Osteoarticular
  • Introdução a radiologia músculo-esquelética

    O objetivo deste texto é a introdução de conceitos básicos do sistema músculo-esquelético, para que o aluno possa avaliar as estruturas osteoarticulares em uma radiografia.

  • Radiologia músculo-esquelética 2

    Este capítulo focará principalmente as patologias ósseas e articulares, que podem ser divididas em doenças traumáticas, inflamatórias, infecciosas, degenerativas e tumorais. Em grande parte dos casos, o estudo radiológico
    convencional é o necessário para o diagnóstico correto. Contudo, em alguns casos torna-se necessário o uso de outros métodos de imagem, incluindo o ultrassom, tomografia computadorizada e ressonância magnética.

  • Radiologia das lesões por esporte

    As lesões por esporte podem comprometer diversos órgãos e sistemas, como o SNC, face, tórax, abdome, coluna vertebral e também o sistema musculoesquelético periférico. O objetivo desse texto é comentar a respeito da radiologia do sistema musculoesquelético periférico.

Tórax
Vascular
  • Radiologia vascular

    O estudo dos vasos é importante para investigar uma grande série de doenças dos próprios vasos (obstruções, aneurismas, fístulas, etc e por muito anos foi a única forte de investigar por imagem alguns órgãos como o fígado e o
    encéfalo